Informe 001/2014 da Secretaria Geral do Partido Pirata do Brasil

19 de Janeiro de 2014

A Secretaria Geral do Partido Pirata do Brasil vem por meio desta, conforme mensagem enviada ao e-mail da Secretaria Geral e mais abaixo reproduzido, tomar nota e comunicar o pedido de desligamento do senhor Rodrigo Rey do cargo de Secretário Estadual do Estado de São Paulo, tacitamente exercido por este porém nunca legalmente reconhecido conforme o Estatuto e os procedimentos estabelecidos pela Secretaria Geral para reconhecimento de coletivos estaduais.

Isto posto, a Secretarial Geral vem por meio desta reconhecer o pedido do senhor Rodrigo Rey e deixar claro que, como nunca foi legalmente empossado como Secretário Estadual do Estado de São Paulo, não há nada mais a encaminhar no presente momento quanto a esta questão em particular.

Quanto ao processo de reconhecimento formal e legal dos coletivos estaduais existentes, conforme procedimentos já divulgados e conforme o Estatuto do Partido Pirata, a Secretaria Geral lembra que, até a presente data, nenhum coletivo estadual teve o processo de reconhecimento de Diretório Estadual Provisório formalmente finalizado, incluso o Estado de São Paulo, embora tenha sido o coletivo que mais avançou nesta questão, apresentando regularmente ata da reunição de fundação do coletivo de São Paulo, mas não cumprindo a etapa de formalização de nominata.

Quanto ao seguimento do processo de reconhecimento do coletivo de São Paulo, em função da renúncia do senhor Rodrigo Rey ao cargo tácito que até então exercia, a Secretaria Geral orienta duas possíveis soluções:

1 – Que o coletivo de São Paulo envie à Secretaria Geral do Partido Pirata o documento de nominata impresso, devidamente preenchido e assinado por todos os que então foram empossados à época da convenção de fundação estadual realizada conforme ata já apresentada, juntamente com pedidos impressos e assinados de renúncia aos cargos, do senhor Rodrigo Rey e de demais pessoas que não exerçam mais os cargos apontados na ata enviada (senhor Kaiser Schwarcz e outros mais), para que o coletivo de São Paulo seja devidamente reconhecido juntamente com os pedidos de renúncia devidamente registrados, retroativamente, e já reconhecidos procedam para realizar uma convenção estadual para preencher os cargos vacantes OU;

2 – Que se realize nova convenção de fundação do coletivo do Estado de São Paulo e cumpra-se novamente o processo de reconhecimento, com produção de nova ata e nova nominata, nos termos dos procedimentos que já foram apontados pela Secretaria Geral.

Sem mais, a Secretaria Geral estima boa sorte ao coletivo de São Paulo nesta etapa de reestruturação e na construção de um Partido Pirata forte no Brasil todo.

19 de janeiro de 2014

 

—–

De: Piratas São Paulo – Secretaria secretaria@sp.partidopirata.org

Assunto: Ref. Desligamento Secretaria Estadual Paulista

 

Corpo do texto:

 

Piratas;

 

Depois de quase um ano à frente do partido no estado de São Paulo, venho me despedir. Aproveito a oportunidade para agradecer àqueles que me apoiaram quando na tentativa de defender o ponto de vista coletivo, desagradei a muitos.

 

Entendo que não se alcança a aprovação de todos, mas entendo também que não vejo justiça em me calar, mesmo que isso tenha ocasionado muitas brigas. Esse parece ser o momento em que penso se é válido estar frente a uma batalha em que não vejo uma coletividade para alcançarmos o mesmo objetivo, ou ainda para uma construção colaborativa e madura.

 

Questiono a falta de tato e atenção para problemas que foram por mim levantados e que não tiveram o devido encaminhamento e tratamento. Foram feitas acusações que não me permitiram direito de defesa, nem mesmo uma reprimenda da nacional ao acusador leviano.

 

A interferência na autonomia dos coletivos quanto a assuntos internos em sua estruturação, grupos de trabalho entre outros pontos, é discutível. Lembrando que consta no estatuto a autonomia do coletivo e aconteceu por mais de uma vez a interferência da nacional e outros coletivos. Vejo com preocupação a valorização de cargos dentro de uma organização horizontal e falta de questionamento.

 

Deixo a partir desta data a secretaria estadual, ficando a secretaria estadual, a disposição da coordenação estadual e do coordenador nacional sudeste e também a secretaria geral nacional. Percebo que fiz o que foi possível e tive colaboração e apoio mesmo que por cima de alguns egos. É hora de passar o bastão e espero que o curso dessa corrida seja o melhor.

 

Ao coletivo de São Paulo e os demais coletivos que me apoiaram eu deixo meu abraço e carinho. Estejam à vontade para entrar em contato.

 

Abraços fraternos.

 

 

Rodrigo Rey Rodriguez

Piratas – Coletivo Paulista.

São Paulo, 18 de Janeiro de 2014.


Leave a Reply

More informationens

PIRATAS-SP no Facebook